quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Operações de Recepção de Calouros 2011 - GIASES

Operações de Recepção de Calouros 2011 - GIASES


Universidades devem Gerenciar Riscos dos Trotes Violentos...

O trote no Brasil cresce cada vez mais. As Instituições de Ensino nem sempre estão preparadas para combater este rito de passagem. Segundo a enciclopédia livre, wikipedia, o trote estudantil não é uma exclusividade brasileira. Seu histórico pode ser traçado a partir do começo das primeiras universidades na Europa da Idade Média. Nesta época, os calouros tinham as cabeças raspadas e suas roupas, muitas vezes, eram queimadas. O que podemos notar é que os sinais de violência, durante todos estes anos, são visíveis até hoje.
A solução para mitigar esta modalidade é a contratação de Gestores de Segurança especializados em Segurança em Universidades. Estes especialistas são qualificados e tem o papel de planejar, prevenir riscos e reduzir prejuízos, integrando todos os setores e recursos da empresa de educação de forma estratégica.

Além da necessidade de ter uma visão sistêmica e holística, experiência a campo ou obtida nos órgãos de segurança pública, a realidade atual exige também a formação acadêmica em segurança empresarial. Em alguns casos, o percentual de aprovação e eficiência deste profissional pode chegar a 90%.

As principais atribuições de um gestor de segurança em universidades são a experiência na análise de riscos, na qual, visa apresentar as principais ameaças e impactos à organização, desenvolvimento da inteligência corporativa, elaboração de medidas preventivas, reativas, planos de segurança, mapeamento do controle das ocorrências, estudos dos cenários prospectivos e a implantação de métodos de Godet, Schwartz ou Grumbach.
A identificação, por meio de técnicas e estratégias, compreensão das condições que os potencializam, pontos vulneráveis, ameaças e informações, é possível mensurar o valor do impacto operacional, financeiro e assim, a possível eliminação dos riscos que o trote pode causar.

Para a coordenação do GIASES, buscar novas soluções e medidas para implantação de recursos e qualificação do profissional são os pontos primordiais do grupo. A capacitação será integral e sistematizada dentro dos valores e missão de cada instituição. A elaboração de cenários prospectivos, planejamentos e estratégias devem ser uma causa impar dentro de cada aspecto. O resultado será único: Sucesso!!!

Por : Wagner Grans, GSP

Gestor de Segurança - USJT

Coordenador do GIASES