sábado, 30 de junho de 2012

DEBATE SOBRE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

Governo debate violência nas escolas





O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, realizou nesta terça-feira (26), no auditório do Hotel Caiçara, em João Pessoa, o I Seminário Estadual sobre Enfrentamento à Violência nas Escolas, com o objetivo de fortalecer a cultura de paz no ambiente escolar, dado a necessidade de que o enfrentamento à violência na escola requer uma reflexão e discussão sobre suas causas e manifestações, a fim de articular e promover mecanismos e ações que viabilizem este desafio.


O Seminário contou com a participação de mais de trezentas pessoas, entre profissionais da área de educação, como gestores escolares e presidentes de Conselhos Escolares da 1ª Gerência Regional de Educação (GRE), entidades e instituições, autoridades militares e da área da segurança pública, a exemplo do secretário Cláudio Coelho Lima, que ministrou palestra sobre "Ações articuladas de educação e segurança”.


Em seu pronunciamento, o secretário de Educação, Harrison Targino, disse que o momento era de apontar as falhas e compartilhar as iniciativas que deram certo, a exemplo da Patrulha Escolar e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd). E anunciou a realização de cursos direcionados a gestores, professores e funcionários para capacitá-los no enfrentamento à violência. "Iremos investir em ações de capacitação, cursos específicos de enfrentamento à violência. A escola é um espaço de socialização, devemos descobrir os fatores de violência na sociedade e na escola achar uma solução adequada”, afirmou.


Harrison Targino avaliou que o evento teve um resultado positivo. "Realizamos reflexões acerca das interfaces entre a violência doméstica contra mulheres, a violência contra crianças e adolescentes dentro e fora do ambiente escolar”, comentou.


A programação do seminário abordou medidas que podem melhorar a segurança na escola e fatores externos que propiciam a violência. Um dos palestrantes, o comandante da Polícia Militar, coronel Euller de Assis Chaves, avaliou o evento como positivo e disse que na prática haverá um aperfeiçoamento nas ações da Polícia Militar. "Ações como a Patrulha Escolar Solidária, Polícia Comunitária e o Proerd serão aperfeiçoados e estendidas a todas escolas do estado. Temos que estabelecer soluções, fazer cursos com os membros das escolas e com o apoio da sociedade e com isso fazer que todos sejam integrantes ativos da Polícia Comunitária”, ressaltou.


A diretora do Lyceu Paraibano, Telma Medeiros, que trabalha com mais de dois mil adolescentes do ensino médio, disse que a relação professor-aluno deve ser construída na base do respeito e diálogo. "Conversar é o melhor meio de evitar a violência dentro do ambiente escolar. As normas precisam ser trabalhadas em sala. No Lyceu temos um livro de ocorrências, nele anotamos todos os fatos ocorridos; pontuando o fato, conversamos com o aluno para que não volte a acontecer. É necessário mostrar ao estudante seus direitos e deveres”, comentou.




Secom PB 

MBA 60 SEGUNDOS

PRATIQUE ESPORTES EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO

sexta-feira, 1 de junho de 2012

GIASES - UNIVERSIDADE, POLÍCIA E CIDADANIA



REUNIÃO DO GIASES NA UNIVERSIDADE SÃO JUDAS

15 ANOS DE LUTAS PARA A MELHORIA CONTÍNUA DE NOSSAS PRÁTICAS

No dia 30/05/2012  a Universidade São Judas recebeu o Grupo Integrado de Apoio à Segurança do Ensino Superior ( GIASES ) para a sua primeira reunião da Nova Coordenação 2012 , liderada pelo Sr. Wagner Grans ( USJT ) e pelo Sr. Carlos Pereira de Jesus da Universidade Paulista ( UNIP ) .Com  o apoio do Grupo Gocil , da Safe Haven Consultoria e Treinamentos e da GNA Consultoria e Serviços Ltda realizou-se a excelente palestra “ UNIVERSIDADE, POLÍCIA E CIDADANIA “ ministrada pelo competente Cel. PM Antonio Carlos Biagioni para uma plateia  composta de Gestores de Segurança Universitária, profissionais de segurança privada, representantes de parlamentares e do poder público, guardas civis metropolitanos, consultores e empresários.
O tema da palestra que é muito abrangente foi discutido no tripé dos conceitos e valores das entidades citadas, e os conhecimentos foram delineados, verificando-se que todos tem algo em comum , que é a busca de um ser humano melhor e sua universalidade e que a harmonia entre as entidades deve haver de forma constante. Os interesses das entidades não devem sobrepor-se, pois a quebra do equilíbrio tênue poderá trazer conflitos que demandam muito tempo para resolver e que trarão prejuízos à continuidade da existência das mesmas.
Após relatos dos diversos tipos de ocorrências que envolvem  drogas, violência e crime nas Universidades, e o não cumprimento de legislações pertinentes como a lei da Área Escolar na cidade de São Paulo chegou-se às conclusões diversas sendo o  comprometimento das partes envolvidas e suas lideranças com o aspecto da proposta educativa para criar projetos envolventes e interessantes visando a melhoria do relacionamento entre todos foi a principal conclusão elencada.
Foram debatidos temas como a importância dos Consegs e a integração da comunidade com a universidade e as autoridades locais, a formação  da Guarda Universitária e da Segurança Orgânica Universitária, a PEC  que cria a Polícia Universitária entre outros. O GIASES como espaço democrático para a troca de informações, experiências e conhecimentos, sendo o observatório de melhores práticas neste complexo segmento, completou em Fevereiro do corrente 15 anos e recebeu de braços abertos todos os participantes e os profissionais que por diversos motivos justificaram suas ausências e após o evento ofereceu um pequeno coffee break onde pudemos rever amigos de longos anos no exercício da Gestão de Segurança de Campi em Universidades de São Paulo e membros da comunidade.
O coordenador do GIASES Sr. Wagner Grans informou que em breve anunciará o tema da próxima palestra que comporá a programação da segunda reunião pública do GIASES em 2012 e acompanhou o sorteio de 3 kits da Gocil efetuado pelo Cel. Biagioni.

GIASES 2012 – Juntos Somos mais Fortes.

A REDAÇÃO