sábado, 29 de dezembro de 2012

A COORDENAÇÃO DO GIASES DESEJA A TODOS FELIZ 2013...


ENEDU 2013 - RIO DE JANEIRO


EDUCAÇÃO É A PRIORIDADE DO BRASIL


sábado, 15 de dezembro de 2012

DIA DO ARQUITETO 2012


TRAGÉDIA EM ESCOLA DOS ESTADOS UNIDOS


Suspeito de massacre era tido como brilhante

Agência Estado


O suspeito de matar 26 pessoas em uma escola de ensino fundamental em Newtown, no Estado norte-americano de Connecticut, foi descrito por conhecidos como um jovem brilhante e reservado. Identificado como Adam Lanza, de 20 anos, o suposto atirador morava com a mãe, Nancy Lanza, que também foi assassinada.

A polícia local está tentado descobrir mais informações sobre Lanza, mas ainda não tem pistas do que teria motivado o crime. De acordo com um agente que participa das investigações, acredita-se que o jovem sofria de um distúrbio de personalidade. Outro policial afirmou que Adam Lanza teria frequentado a escola Sandy Hook Elementary School há vários anos. Recortes de notícias de alguns anos atrás mostram Adam entre os alunos de honra.

"Ele foi a pessoa mais inteligente que eu conheci. Ele era, provavelmente, um gênio", afirmou Joshua Milas, que estudou com Lanza. Investigadores estão realizando buscas nos computadores e nos históricos de telefone do irmão mais velho de Adam, Ryan Lanza, de 24 anos. Ele chegou a ser interrogado na noite de sexta-feira, mas afirmou que não mantinha contato com o irmão desde 2010.

Adam vivia com a mãe em uma região de alto poder aquisitivo de Newtown, cidade cerca de 60 quilômetros de Nova York, habitada por médicos e executivos de grandes companhias. Seus pais divorciaram-se em 2008. O pai, Peter Lanza, vive na cidade de Stamford e trabalha como diretor na General Eletric.

A tia do suspeito, Marsha Lanza, afirmou que ela e o marido encontraram Adam em junho e não perceberam nada incomum em seu comportamento. Catherine Urso, moradora de Newtown, disse que seu filho, em idade universitária, conhecia o suspeito e lembrou-se dele por seu estilo alternativo. "Ele era muito magro, reservado e um tinha estilo gótico", contou.

Em Washington, a Coalização para Acabar com a Violência Armada realizou uma vigília em frente à Casa Branca. Na Times Square, em Nova York, dezenas de pessoas uniram-se em memória das vítimas.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

Violência nas escolas é tema de seminário na UFMT
11/12/2012 - 12h17  
Da Redação
Começa amanhã (12) o “VII Seminário de Segurança Pública: Violência nas Escolas”, com abertura às 19h30, no auditório da Faculdade de Administração (FAeCC) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O seminário objetiva o debate de alternativas e desafios para a superação da violência e a construção de uma cultura pacificadora no ambiente escolar, com diálogo e respeito às diferenças.
Durante os três dias de evento educadores, especialistas em segurança pública, autoridades, gestores e pesquisadores discutirão temas como educação e direitos humanos nas escolas, a infância na ambiência escolar, violência nas escolas, diversidade sexual e preconceito, drogas no espaço escolar, internação compulsória e redução de danos para dependentes químicos, Gangs, Bullyng e Incivilidades na escola, dentre outros. Os temas serão abordados por meio de palestras, oficinas, minicursos e mesas redondas.
A palestra de abertura “Refletindo sobre a: desafios e alternativas à violência na escola” será ministrada pelo professor Luiz Augusto Passos, do Instituto de Educação da UFMT, às 21h30. Outro tema bem aguardado será “Violência Virtual no Ambiente Escolar”, apresentado em forma de minicurso ministrado pelo professor Sérgio Francisco Carlos Graziano Sobrinho (PUC-RS). Além disso, haverá a exibição do filme “Entre os muros da escola” (2007, França, direção: Laurent Cantet, 128 min., drama, classificação indicativa: 12 anos). O filme mostra como o professor Fraçois e seus colegas tentam manter o estímulo de dar a melhor educação a seus alunos, apesar de apatia e indiferença deles. Em seguida haverá uma discussão com a plateia sobre a temática do filme.
O evento é promovido pelo Núcleo Interinstitucional de Estudos da Violência e Cidadania (Nievci) em parceria com o Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) tem apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), da Secretaria do Estado de Educação (Seduc), da OAB Mato Grosso, da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).

FONTE PORTAL O DOCUMENTO

CONFRATERNIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA - BAHIA


PALESTRA SEGURANÇA E SEGURANÇA PRIVADA